segunda-feira, novembro 14

Resenha: O Saotur: Segredos de um reino sem nome


Olá Pessoas

Maravilhosas 

 Hoje a gente tem uma novidade linda para vocês: A resenha da primeira parceria do blog! Há um tempo a Tay me falou sobre nós não darmos a devida atenção aos nossos autores independentes ou nacionais que ainda não tem prestígio junto a grande mídia. Confesso que nunca tinha pensado sobre isso, mas, que bom que ela pensou. Li um livro que eu jamais leria se não fosse pela curiosidade dela e me apaixonei perdidamente por "O Saotur - Segredos de um reino sem nome". Antes da resenha, vou deixar a sinopse aqui para vocês:

Se o bater das asas de uma borboleta pode causar uma tempestade do outro lado do mundo, poderia então uma pérola afetar o destino de uma raça inteira? Depois de se aventurar pelo mundo em um navio de saqueadores e criminosos, Constantin Teller é levado por um trágico naufrágio à terras das quais o mundo nunca ouviu falar. Terras guardadas por escudos de Menelau como se fossem o maior dos segredos. O forasteiro é resgatado por Lyhty Morken Fin, uma jovem que chama a atenção pelo olhar de cor purpura e vitalidade contagiante, e que torna-se uma amiga para a qual ele confessa uma vida de crimes e promiscuidade. Aspirante a escritor, Constantin deseja espiar seus crimes quando é levado até a capital onde passa a morar. Mas nem tudo está em paz nessas terras estranhas e a aparição do forasteiro apenas esquenta ainda mais os ânimos de um povo dividido, de uma raça oprimida e de um castelo envolto em mistérios. Um confronto entre o povo das águas e o reino já é inevitável. Aventuras, segredos, traições, orgulho e amores proibidos são apenas algumas das facetas de um lugar cuja existência foi oculta por séculos. Histórias envolventes que vão mudar o rumo de muitas vidas, criaturas majestosas e revelações chocantes ilustram os capítulos deste livro.
.

Ano: 2016 Páginas: 297Autor: Natalia S Moraes Editora: Independente Skoob
Foto da Autora

A história começa com Constantin Teller, um escritor/pirata, acordando em uma praia desconhecida sem noção alguma de como chegou lá, suas ultimas lembranças são de uma terrível tempestade e uma série de eventos estranhos que assolaram o Volvet, barco que estava abordo. 
Ele é resgatado por Lithy, que cuida dele mas sem dar muitos detalhes de onde realmente Constantin está e como chegou lá. Logo, as autoridades o encontram e fazem uma série de perguntas, Constantin descobre então que está em uma terra onde no seu mundo anterior ninguém tinha conhecimento e que estava no meio de uma disputa entre duas raças, os humanos e os saotur. 

Gente, o que dizer dessa história maravilhosa? Primeiro vamos falar do que mais me impressionou, o desenvolvimento dos personagens, Natália consegue dar base, construção, sentido para todos os seus personagens, sendo eles principais ou secundários, o livro é um entrelaçar de histórias individuais que levam a um único fim, mas ela fundamenta e muito bem todas essas histórias e te faz mergulhar profundo nelas. Você passa por vários núcleos e neles se debatem coisas diferentes que se complementam, como o amor, família, superação, orgulho e etc. 

Enumerar todos os personagens aqui e sua importância seria extenso e acho que me levaria a soltar um spoiler, mas o que posso te afirmar com total certeza é que eles irão te conquistar e te surpreender. 

Segundo ponto: o mistério que ronda as terras onde Constantin chegou. Onde ele foi parar? Porque esse lugar é assim? O que aconteceu? São perguntas que perpassam sua cabeça durante todo o livro e te mantém preso na história. Natalia descreve esse novo mundo com muito detalhes, sem causar enfadonho. A história se desenrola muito bem, em uma quantidade relativamente baixa de páginas (YES!) e te deixa com um gostinho de "Senhor! Cadê essa continuação?" Por todas essas razões, se você está procurando uma fantasia diferente do que já se viu, com personagens incríveis que não cansam de te surpreender, e uma trama cheia de mistérios, O Saotur é a pedida!


Por isso tudo o livro leva cinco estrelas: 


Fiquem ligados que essa semana a Tay vai postar um entrevista com a autora onde você poderão conhecer um pouco mais dela e saber das novidades futuras desse reino sem nome e da autora também, que por acaso nasceu na URSS e é filha de um artista de circo com um bailarina do Bolshoi.


13 comentários:

  1. Hey, Ariane!
    Eu nunca tinha lido nada a respeito desse livro, não conhecia. Essa foi a primeira resenha sobre ele que eu li.
    Num primeiro momento, não me senti atraída pela história. Vou procurar mais algumas resenhas dele pra ler e ver se me interesso. Quem sabe?

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Sua resenha nos deixa curiosas para ler o livro! Gosto de mistérios e livros que nos instiga a perguntar, a descobrir, a refletir.Boa dica!

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?
    Gente, amei a sua resenha !
    Não conhecia este livro é ainda mais é de uma autora nacional, achei muito mais interessante! Não sabia que o Skoob tinha uma editora.
    Beijos, Larissa (laoliphant.com.br)

    ResponderExcluir
  4. Gosto muito de fantasias que envolvem piratas e, especialmente, uma narrativa com boa descrição dos personagens. ADORO me sentir ligada a cada um deles, mesmo os secundários. Por isso, vou anotar sua dica! <3 Fiquei curiosa.

    Beijos!
    www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oie
    eu não sou fã de fantasia mas ás vezes é legal para dar uma variada, não conhecia esse ainda mas parece ser bem interessante e que bom que curtiu tanto, bela resenha

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Realmente... parece ser uma boa história. Nunca ouvi falar, mas já fiquei curiosa para ler e você ainda deu 5 estrelas para ele. Então, deve ser muito bom! Já quero! :D

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Parabéns pela parceria, meninas! Concordo plenamente: os blogs literários tem o dever de apoiar e divulgar a literatura nacional. Eu descobri a riqueza do cenário brasileiro por meio dos blogs.
    A teoria do caos apresentada na sinopse, realmente, é um ótimo tema.
    Beijos!
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Não conhecia a obra, gosto de livros de fantasia com esse toque de mistério. Curiosa pra saber mais sobre essa terra dos saotur. E o que são eles.
    ótima resenha.
    Abs
    ni
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia a obra mas confesso que achei bastante interessante. Num geral gosto desse gênero e sua resenha me instigou bastante. Espero que a obra um dia seja publicada fisicamente, merece.

    ResponderExcluir
  10. Oi!!
    Eu não conhecia esse livro, mas pela tua empolgação na escrita da resenha deu para perceber que a leitura é muito empolgante.
    Eu adoro tramas com mistério, que fazem a gente ficar intrigado até o final sem saber o que realmente tá acontecendo.
    Vou anotar o nome para poder ler algum dia.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  11. Eu não conhecia o livro, mas apesar de não ser o tipo de leitura que eu esteja procurando no momento, espero ter a chance de ler o livro algum dia. A sua resenha realmente me deixou curiosa.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  12. legal quando o livro nos surpreende e pega de jeito, a ponto de ficarmos ansiosos por mais da história... não conhecia esse titulo mas a premissa dele não tem muito a ver comigo,por isso passo a dica... bjs...

    ResponderExcluir
  13. Olá! Gostei da resenha, mas confesso que o livro não chamou muito a minha atenção. E a cor que você escolheu para grifar o texto também, ficou um pouco forte para ler. No mais, sucesso com as leituras e com o blog! Beijocas!

    Carolina Gama

    ResponderExcluir